Dia Mundial da Visão

APMT Dia Mundial da Visão

 

Autor: Dr. Eduardo Costa Sá

 

No dia 12 de outubro comemora-se o Dia Mundial da Visão. Sabe-se que uma visão saudável afeta a nossa capacidade de realizar tarefas diárias, como ler, interagir com o ambiente e trabalhar. Quando cuidamos da saúde ocular, estamos procurando identificar precocemente as doenças oculares e, desta forma, prevenindo problemas visuais futuros. A saúde ocular no trabalho está associada à higiene visual dos (as) trabalhadores (as).

 

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), realizou o estudo “Percepção dos cuidados e atenção com a saúde ocular da população brasileira”, de abrangência nacional, que entrevistou mais de 2.100 pessoas entre 2 e 4 de janeiro de 2023, e foi divulgado em julho do mesmo ano. Segundo a pesquisa, 55,8% dos entrevistados afirmaram ter algum problema visual. Os problemas visuais mais relatados foram os erros de refração (miopia, astigmatismo e hipermetropia), além da presbiopia. A catarata e o glaucoma também foram doenças oculares citadas na pesquisa.

 

Atualmente, o uso excessivo de eletrônicos, como celulares, computadores, videogames etc., pode estar associado ao aumento de problemas refrativos, principalmente relacionados à miopia. Para o maior conforto com o uso do computador, considere sempre ajustar as configurações de exibição, como o brilho da tela e o tamanho das letras do texto, e posicione a tela do computador contra a direção da luz para evitar reflexos. A distância ideal entre o olho e a tela do computador deve ser de aproximadamente 50 a 65 cm.

 

Como passamos longos períodos em frente as telas, o ideal é que façamos pausas regulares para descansar os olhos. A regra “20-20-20” é a mais indicada e funciona assim: a cada 20 minutos, olhe para um objeto a 20 pés de distância, por pelo menos 20 segundos. Além disso, devemos piscar os olhos com frequência com o objetivo de manter os olhos lubrificados e reduzir a fadiga ocular. Considere ainda o uso de colírios lubrificantes oculares, especialmente em ambientes com ar-condicionado, pois auxilia na hidratação ocular.

 

As lesões oculares, incluindo os acidentes de trabalho que acometem a região ocular, podem ter diferentes causas, pois há vários riscos de exposição à saúde ocular nos ambientes de trabalho. Poeira, concreto e outras partículas, incluindo as substâncias químicas e os vapores, podem penetrar nos olhos, causando graves prejuízos à visão, que poderão ser temporários ou até permanentes. O uso adequado dos óculos de proteção serve para os profissionais da construção civil, da indústria, dos cuidados com a saúde, assim como todos os (as) trabalhadores (as). Lembre-se que pode ser indicada a confecção de óculos de segurança com grau, que são modelos especiais e personalizados para cada trabalhador (a).

 

Além disso, para os (as) trabalhadores (as) que exercem as suas atividades ao ar livre e em ambientes ensolarados, a exposição prolongada aos raios ultravioletas (UV) pode causar danos oculares. Para proteger os olhos, devemos usar óculos de sol de qualidade comprovada que ofereçam proteção do tipo UV. Sem esquecer dos trabalhadores que utilizam motocicletas, que devem escolher um capacete que ofereça a cobertura total da cabeça, com viseira resistente a riscados, e que evita o embaçamento da visão.

 

O relatório da SBO mostrou também que a maior parte da população brasileira (47,9%) usa o Sistema Único de Saúde (SUS), para os cuidados com a visão, além da saúde suplementar (33,4%) e gastos particulares (17,1%), mesmo sabendo que há uma maior dificuldade de acesso ao oftalmologista pelo SUS.

 

Assim, é importante relembrar a importância do cuidado preventivo com a visão, por meio de consultas periódicas ao oftalmologista, especialista capaz de identificar algumas doenças oculares, que não apresentam sinais e sintomas desde o início, e que pode realizar mais precocemente o seu diagnóstico e tratamento. É aconselhável realizar um exame completo da visão uma vez por ano. Por isso, é importante que haja uma conscientização dos (das) trabalhadores (as) sobre a importância do caráter preventivo do exame oftalmológico periódico.

 

 

 

Eduardo Costa Sá

Professor Adjunto da Escola Paulista de Medicina (EPM)/Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Título de especialista pela Associação Médica Brasileira (AMB) em Medicina do Trabalho pela Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT) e em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). Secretário do Comitê Científico “Work and Vision” da International Commission on Occupational Health (ICOH), 2022-2024. Membro efetivo do Conselho Científico e do Conselho Fiscal da Associação Paulista de Medicina do Trabalho (APMT).

 

 

 

 

APMT Dia Mundial da Visão

 

Autor: Dr. Lucas Oliveira

 

Comemorado anualmente na segunda quinta-feira de outubro, o Dia Mundial da Visão foi instituído pela Agência Internacional de Prevenção à Cegueira (The International Agency for the Prevention of Blindness – IAPB), órgão ligado à Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Neste ano de 2023, o foco da campanha é a importância do cuidado com a visão no ambiente de trabalho.

 

Desta forma, o #LoveYourEyes (“Ame seus olhos”), busca estimular, prioritariamente, a nossa própria saúde ocular, seguida pela conscientização dos empregadores para que eles promovam saúde ocular de qualidade a seus empregados, em todos os ambientes de trabalho: do chão de fábrica ao escritório, passando pelas mais diversas atividades econômicas, sempre buscando garantir prevenção e assistência de qualidade e acessível a todos.

 

Muitas vezes equivocadamente não tratada com a devida prioridade, a atenção à saúde ocular se faz também essencial, especialmente quando consideramos os impactos socioeconômicos advindos de uma perda ou mesmo diminuição da capacidade do indivíduo de enxergar.

 

No primeiro Relatório Mundial da Visão, lançado pela OMS em 2019, foi estimado que 2,2 bilhões de pessoas viviam com deficiência visual em todo o mundo, sendo que, pelo menos, 1 bilhão delas possuía uma deficiência visual ao longe moderada ou grave ou cegueira que poderia ter sido evitada ou que ainda não foi tratada.

 

No Brasil, há mais de 1,2 milhão de cegos. Considerando que, segundo a OMS 60% das cegueiras são evitáveis, isso significa que quase 700 mil brasileiros que são cegos, poderiam não ser, se houvesse uma prática mais difundida e assertiva de prevenção e tratamento de doenças oculares.

 

Informações gerais:

 

  • 90% dos casos de cegueira ocorrem nas áreas pobres do mundo;
  • 90% dos casos de deficiência visual são preveníveis ou tratáveis;
  • 55% dos casos de deficiência visual são em mulheres;
  • 40% das cegueiras têm conotação genética (são hereditárias);
  • 25% das cegueiras têm causa infecciosa;
  • Mais de 20% das cegueiras já instaladas são recuperáveis.

 

Busquemos, portanto, divulgar a importante mensagem promovida pelo Dia Mundial da Visão, para que mais pessoas se atentem aos cuidados e não releguem a segundo plano a importância da saúde ocular.

 

 

Referências

Umbelino, Cristiano Caixeta “As condições de saúde ocular 2023” / Cristiano Caixeta Umbelino, Marcos Ávila. — 1. ed. — São Paulo, SP : CBO, 2023

 

https://www.iapb.org/

 

 

Dr. Lucas Oliveira

 

Médico do Trabalho – Título de Especialista pela ANAMT/AMB
Pós-graduado em Perícias Médicas e Psiquiatria
Médico e consultor de empresas privadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias Semelhantes:

Notícias Recentes
Busque por período: