SOBRE O CONGRESSO PAULISTA DE MEDICINA DO TRABALHO – 2018

SOBRE O CONGRESSO PAULISTA DE MEDICINA DO TRABALHO – 2018

Marcelo Pustiglione – Médico do Trabalho da Divisão de Vigilância Sanitária do Trabalho – CEREST Estadual (CVS-SES/SP); Diretor Cientifico Adjunto da Associação Paulista de Medicina do Trabalho.

No período de 17 a 19 de maio deste ano (2018) a Associação Paulista de Medicina do Trabalho (APMT) estará realizando, no Centro de Convenções Rebouças, na cidade de São Paulo, seu já tradicional Congresso Paulista de Medicina do Trabalho (CPMT).

No dia 17 serão oferecidos cursos pré-congresso abordando temas práticos e fundamentais para a prática da especialidade.

Nos dias 18 e 19 serão realizadas conferencias, simpósios e “talk-show” a cargo de especialistas com muita experiência e prática que abordarão os temas além do ”saber” e do “fazer”, avançando a discussão para o “como fazer”.

Estas atividades foram estruturadas considerando o fato da especialidade estar vivendo um período de evolução de conhecimento e práticas, agregando à sua rotina, de maneira cada vez mais consistente, valores epidemiológicos, clínicos e de gestão.

Este cenário moderno obriga o Médico do Trabalho a estar capacitado para esta perspectiva de futuro, dominando novos saberes e habilidades para responder de forma competente esta nova exigência do setor.

Desta forma, para esta sétima edição do CPMT optou-se por adotar um modelo formativo-informativo orientado por eixos temáticos e suas representações nos três níveis de atenção à saúde das pessoas.

É importante salientar que, sem perder a visão integral da assistência à saúde, os temas privilegiarão os aspectos relacionados à segurança e saúde do trabalhador no exercício de seu trabalho.

Assim, o “tema do dia” será abordado inicialmente na forma de conferencia e, a seguir, na forma de simpósios ou “talk-show” distribuídos nos eixos de atenção à saúde a nível primário (promoção da saúde), secundário (busca ativa/rastreamento de casos / tratamento precoce) e terciário (recuperação / reabilitação / readaptação).

Os 12 simpósios serão compostos por três palestras norteadas por um tema principal. Cada palestrante enfocará o tema dentro de uma de suas especificidades proporcionando visão global e, ao mesmo tempo, abrangente e particularizada sobre o tema.

Os dois “talk-show” terão uma pauta de questões norteadora elaborada pela Comissão Cientifica que será proposta aos “talkers” ou entrevistados para debate, incluindo a participação da plateia.

Nosso objetivo é proporcionar aos participantes oportunidade de aprender, reciclar e ampliar seu conhecimento e, foi pensando nisso que preparamos com cuidado e dedicação  este Congresso.

Esperamos atingir todos os nossos objetivos e satisfazer todas as expectativas dos participantes.

Será um prazer contar com sua presença em maio.

Até lá

Deixe uma resposta

Fechar Menu