APMT/SP realiza a primeira reunião ética de 2017

APMT/SP realiza a primeira reunião ética de 2017

No último dia 20 de março ocorreu a primeira reunião do ano sobre questões éticas em Medicina do Trabalho promovida pela APMT. Com o tema DILEMAS ÉTICOS NA EMISSÃO E RECEBIMENTO DE ATESTADO MÉDICO E OUTROS DOCUMENTOS, o encontro contou com médicos do trabalho, profissionais e gestores da área de SSO, além de advogados das áreas jurídicas de empresas. Ao todo tivemos 135 participantes, sendo 51 participantes presenciais, 62 via web transmissão e 22 por videoconferências das regionais de Ribeirão Preto, Santos e Taubaté, que puderam se aprofundar no tema, debatendo com especialistas as questões éticas e jurídicas relacionadas na emissão e recebimento de atestados médicos de trabalhadores.

Sob a coordenação da Dra. Edenilza Campos de Assis e Mendes – Diretora de Ética Médica da APMT, e com a moderação da Dra. Flavia Souza e Silva de Almeida, Vice-Presidente da APMT, a mesa foi composta pelos doutores José Roberto Teixeira, Aizenaque Grimaldi de Carvalho, Zuher Handar e Joseval Martins Viana. Para a Dra. Edenilza “o evento teve como objetivo tratar de temas presentes no dia a dia do Médico do Trabalho.  Palestrantes de excelente nível e o teor das perguntas bem elaboradas pelos participantes, mostraram a importância do mesmo. Entretanto, pela complexidade dos temas e pelo curto espaço de tempo para as respostas em face da necessidade de uma Recomendação Ética que realmente embase o Médico do Trabalho, penso que serão necessários mais eventos abordando esses assuntos.  Acho que a APMT acertou mais uma vez ao realizar esse evento”, concluiu a doutora.

Cada debatedor teve 15 minutos para apresentar seu ponto de vista frente às perguntas formuladas pela moderadora e, na sequência, debatê-las com os convidados. Após, foi aberta a discussão para o público com perguntas dirigidas à mesa. Ao final, a Dra. Flavia lembrou que “a partir desse encontro, iniciaremos os estudos para a 2ª Recomendação Ética APMT, com todo o trâmite de consulta pública, do documento base para todos os associados, uma nova redação, aprovação e divulgação”.

“O médico do trabalho não é xerife de atestado.”
Dr. José Roberto Teixeira

“Ética e Legislação sempre serão conflitantes”
Prof. Dr. Joseval Martins Viana

“Por desconhecimento, o trabalhador pede para o médico colocar o CID no atestado, pois ele acredita que sem a informação, o atestado não valerá nada para o RH”
Dr. Zuher Handar

“Os médicos precisam olhar o paciente, não apenas como alguém que demanda cuidados de saúde, mas de uma maneira mais humana pois suas preocupações vão além do trabalho, abrangendo necessidades sociais e familiares. Estar atendo a todas as variáveis permite ao médico uma visão humanizada da pessoa, resultando numa abordagem mais eficiente”.
Dr. Aizenaque Grimaldi de Carvalho

“O médico do trabalho muitas vezes fica isolado nas empresas, e cabe a nós, como associação, dar os elementos importantes para que ele possa trabalhar com independência e soberania. Cabe a nós da APMT falar o que é ético na Medicina do Trabalho”
Dr. Mario Bonciani – presidente da APMT

Deixe uma resposta

Fechar Menu