Perspectivas para o Médico do Trabalho em 2021

Perspectivas para o Médico do Trabalho em 2021

Um novo ano chegou e com ele, as nossas novas metas e desafios! Um pouco diferente dos anos anteriores, pois, 2020 marcado com a pandemia, impossibilitou que os nossos planos ou pelo menos grande parte deles fossem concretizados. 

E para nós Médicos do Trabalho, muita coisa mudou e continuará mudando em 2021. Dentro de nosso planejamento teremos que inserir desde a adaptação a novos modelos de organização do trabalho até a adequação às novas Normas Regulamentadoras.

Com a pandemia foram intensificados os modelos de trabalho home-office e com flexibilização de horários. Por um lado, pode parecer positivo para o trabalhador adaptar o trabalho a outros compromissos e não mais subordinar a vida pessoal aos compromissos de trabalho e pela ausência do tempo usualmente dispendido no deslocamento. No entanto, o limite é tênue, não se sabendo bem a separação de horário de trabalho e horários de descanso e lazer, podendo levar a uma sobrecarga e desgaste do trabalhador. Será um grande desafio mensurar quais os riscos ocupacionais e como gerir a saúde destes trabalhadores, que muitas vezes nem mesmo recebem mobiliários e todos equipamentos necessários em sua casa. 

Outro ponto relacionado a pandemia e aos modelos de organização do trabalho são os cuidados com a saúde mental. Houve aumento de transtornos mentais com o medo da pandemia, isolamento social, entre outros. Se já estavam entre as maiores causa de afastamento do trabalho, a tendência é que este seja um ponto que deverá requerer ainda maior atenção dos Médicos do Trabalho. 

Hoje, na rotina dos Serviços de Saúde Ocupacional, já faz parte como lidar com casos de Covid 19, seus contactantes ou suspeitos. Em 2021, com a vacina chegando, há esperança que se torne menos caótico este cenário, mas ainda distante de se encerrar.

Mas não só dificuldades e desafios foram trazidos pela pandemia. Houve uma grande inclusão do Médico do Trabalho nas decisões das empresas relacionados aos cuidados dos trabalhadores frente a pandemia, trazendo grande visibilidade e valorização de nosso trabalho. Em 2021 este cenário tende a se manter, incluindo agora a discussão das vacinas que estão chegando no país. Este momento é a grande oportunidade de consolidar nossa importante atuação na saúde dos trabalhadores.

E diante de toda esta circunstância, as novidades do início da vigência das Normas Regulamentadoras está previsto para agosto. Foram muitos avanços conquistados para a segurança e saúde dos trabalhadores, os quais exigirão esforços e grande empenho do Médico do Trabalho para que de fato sejam instituídas as adequações. 

Não podemos deixar de citar outro tema que deverá ser discutido em nossa especialidade… a telemedicina. Atualmente não temos todos recursos necessários para que um exame médico ocupacional seja feito desta maneira, sendo até o momento vedada esta realização. No entanto, com a pandemia alguns usos da telemedicina se expandiram, como para orientações e triagens relacionados aos cuidados assistenciais. Desta maneira, não podemos deixar de nos atualizar para estas discussões e maneiras de atuação, lembrando de considerar a LGPD. 

Diante de todo o cenário sombrio de 2020, enxergamos esperança neste novo ano, com muitas perspectivas positivas para o fortalecimento e atuação da Medicina do Trabalho. Exigirá grandes esforços, mas a gama de oportunidades deve nos motivar para que alcancemos está nossa meta para 2021!

 

Flávia Souza e Silva de Almeida

Presidente APMT – Gestão 2019-2021

Deixe uma resposta

Fechar Menu